10 novembro 2006

Réquiem para a democracia (1)

A democracia é morta, a esquerda brasileira depois de retirar a democracia da UTI, sequestrou a ainda enferma, se apossou dela e a matou por asfixia e envenenamento, por overdose de corrupção, diga-se a verdade, com dosagens cavalares, e que finalmente repouse em paz. Assim será dado o início a liturgia do ofício fúnebre, em sua honra e memória.

O MST, quem diria, se transformou em polícia. Invadiu 6 fazendas à procura de armas ilegais e achou 3 armas, entregou para a polícia e a polícia prendeu os tres propietários que passaram por um interrogatório e arcarão com as conseqüencias de guardar armas dentro de suas fazendas ameaçadas, e finalmente invadidas pelo MST. Leia mais sobre isto, aqui.

Eu fico imaginando o dia em que o Lula mandar a PF autorizar o MST a usar armas de fogo no patrulhamento da zona rural, tal como uma milícia do partido, uma SS tupiniquim, um MST armado. Estamos bem perto disso, aliás muito perto. Estaríamos completamente dentro disso, se a sociedade tivesse dito sim ao referendo sobre o Estatuto das Armas.

Agora, considerando a quebra do sigilo telefônico do Jornal da Folha de São Paulo pela Polícia Federal e o interrogatório arbitrário de jornalista da Veja pela mesma Polícia Federal à serviço do partido do presidente, já ultrapassamos perigosamente o limite do estado de direito e jogamos no lixo o sistema político democrático, oficialmente adotado no Brasil.

Confrontados com essa realidade indiscutível do comportamento autoritário do governo, que vive tentando nos convencer que é um comportamento republicano, ainda somos obrigados a aturar as mentiras, ou meias verdades, deste presidente de partido. Republicano assim, só na Coreia do Norte ou em Cuba. O Sr Marco Aurélio Garcia afirmou com a maior desfaçatez, que o governo do presidente Lula tem garantido muita liberdade para a imprensa. Ouvindo o sujeito falar sobre a liberdade excessiva, que é concedida á imprensa, não nos deixa dúvidas, e ele não consegue disfarçar este seu ponto de vista.

Ora, não podemos nos esquecer que durante a ditadura os militares garantiam maior liberdade de imprensa, de exposição de idéias e opiniões do que o governo do presidente Lula do PT. O próprio PT foi o grande beneficiário daquela liberdade de imprensa e opiniões. A liberdade era tanta que um partido comuno-facista se formou e cresceu, sob a tolerância democrática dos governos militares da "ditadura".

Portanto, nada á reclamar dos governos militares da "ditadura" saneadora e muito mais democrática do que este governo stalinista do PT facista. De agora em diante, seremos testemunhas oculares do desmanche do Brasil como nação livre. Portanto, è chegado o tempo para começar a organizar a reação.
Share |

15 Comentários:

Blogger Alexandre, The Great said...

Camarada Arcanjo.

Queira considerar meu "alistamento" nesta guerra.
Estou meio sumido, mas na verdade estou só “fingindo de morto”.
A dissimulação é uma "arma", vc sabe, né?
Um abraço,

11 novembro, 2006 19:40  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Camarada Alexandre o Grande, seja bem vindo ao grupo.

Precisamos mesmo de gente inteligente e esclarecida que rejeita a idéia de seguir a corrente e á moda de peixe burro seguir o cardume.

Necessário se faz afirmar, mais uma vez, que rejeitamos nadar dentro do cardume e seguir liderança política que tem a bunda suja.

Cabe ressaltar, que temos nossa própria idéia de como podemos administrar a coisa pública, e não é a forma da esquerda mentirosa, criminosa e facista, destes que estão no poder agora.

12 novembro, 2006 00:24  
Anonymous Anônimo said...

Uma universitária cursava o sexto semestre da Faculdade. Como é comum no meio universitário, pensava que era de esquerda e estava a favor da distribuição da riqueza. Tinha vergonha de seu pai. Ele era de direita contra os projetos que “davam benefícios aos que não mereciam e imposto mais altos para os que conseguiram ganhar mais dinheiro”. A maioria dos seus professores tinha afirmado que as idéias dele eram equivocadas.

Por tudo isso, um dia, decidiu enfrentar o pai. Falou com ele sobre o materialismo histórico e a dialética de Max, procurando mostrar que ele estava errado ao defender um sistema tão injusto como o da direita.

No meio da conversa o pai perguntou:

- Como vão as aulas?

-Vão bem, respondeu ela. A maioria das minhas notas é 9, mas me custa muito trabalho conseguí-las. Não tenho vida social, durmo pouco, mas vou em frente.

O pai prosseguiu.

– E sua amiga Sônia, como vai?

Ela respondeu com muita segurança:

- Muito mal. A sua média é 3, principalmente porque passa os dias em shoppings e em festas. Estuda pouco e algumas vezes nem vai às aulas. Com certeza repetirá o semestre.

O pai olhando nos olhos da filha, aconselhou:

- Que tal se você sugerisse aos professores que transferissem 3 pontos das suas notas para a Sônia. Com isso vocês duas teriam a mesma media. Não seria um bom resultado para você, mas seria uma boa distribuição de notas para permitir a futura aprovação de vocês duas.

Ela indignada retrucou:

- Porque? Eu trabalhei muito para conseguir as notas que tive! Não acho justo que todo o meu trabalho seja simplesmente dado à outra pessoa!

Seu pai, então, a abraçou, carinhosamente, dizendo:

- Bem-vinda à direita.

12 novembro, 2006 17:03  
Anonymous Giulia said...

Concordo plenamente com a moral da história! Só não concordo com os conceitos de direita e esquerda, hoje superados. Inclusive a maioria dos professores vivem pregando a lenga-lenga da distribuição de rendas para darem a impressão de serem "bonzinhos", mas só se preocupam com os interesses da própria corporação, principalmente os universitários. Nos Estados Unidos, apenas para dar um exemplo, os pais vão para a universidade discutir com os próprios professores as besteiras que eles transmitem aos seus filhos. Aqui "pega mal" aparecer na faculdade, porque dá a impressão de que o aluno é deficiente... O Brasil, infelizmente, é um país dividido, onde as idéias circulam de forma restrita. As pessoas escrevem nos blogs, mas não aparecem na escola dos filhos. Aliás, para quem estiver interessado, tenho uma dica superlegal: é o site Escola sem Partido, www.escolasempartido.org, para onde podem ser encaminhadas denúncias de casos de manipulação ideológica dentro das escolas. Não acredito em "ismos". Acredito que uma sociedade democrática se constrói com a soma de indivíduos que tenham consciência social e saibam se articular.

13 novembro, 2006 10:13  
Anonymous Fermento Cínico said...

Ei Camarada!
Já vi que enquanto escrevo pra lhe agradecer voce continua zapeando pelo meu blog. Valeu a visita e obrigado pelos comentários!

Não tens a impressão que vamos passar 4 anos escrevendo mais do mesmo?

Abraço!
Luciano

13 novembro, 2006 12:08  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Giulia,

Se você conhece educação, e conhece, sabe que os pais que vão ás escolas do filhos são aqueles que não precisam ir, porque os filhos são os melhores da turma. Os que nunca comparecem são exatamente os pais das crianças com problemas, e quanto maior o problema mais distante e inalcançavel estão os pais ou responsáveis.

Esse link sugerido deve ser interesante e vou lá conferir, no entanto, a ideologia está SIM presente no dia-a-dia do profissional de ensino. Quer uma prova disso?

Eu desprezo absolutamente Antonio Gramsci, sua teoria, seus escritos e a implantação de suas teses e princípios.

13 novembro, 2006 13:07  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Estou desarmado. rsrsrs

13 novembro, 2006 13:09  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Queiroz, meu rapaz.

Sinto informar ao amigo que por, talvez mais 4 anos, passaremos a falar mais do mesmo calango e suas pantominas. rsrrsr

Porque talvez? Porque pode ser que não dure tanto. rsrsrs

Assim espero e oro.

15 novembro, 2006 01:34  
Blogger Giulia said...

Caro Arcanjo, sim, a ideologia está presente em todo lugar e na escola também. Inevitável! As pessoas "transpiram" suas idéias e para bom entendedor meia palavra basta. Mas se a gente acredita em liberdade de pensamento e expressão é preciso tomar cuidado para não interferir (ferir!) demasiado nas mentes ainda virgens. Infelizmente nós humanos ainda não aprendemos isso(você como Arcanjo já superou esse limite? rs): ficamos tão alucinados com o nosso modo de pensar que nos sentimos à vontade para inculcá-lo em nossos filhos, sobrinhos e quem mais passar por nós. No fundo, é medo... Medo de ter que re...pensar. Pois a única verdade é o movimento e a mudança. Vivemos sobre "areia movediça". Difícil de aceitar! Mais fácil fazer lavagem cerebral em quem não tem como se defender, no caso as crianças. Quanto a Antonio Gramsci e ao comunismo na Itália, saiba que o povo italiano é muito parecido com o brasileiro: adora uma ditadurazinha, mas baba por uma distribuição de renda, embora haja muita diferença entre o pessoal do norte e o do sul. Quando eu vivia lá (agora estou acompanhando pouco, mais pela Rai International) o governo central era a eterna democrazia cristiana, mas a maioria das prefeituras que funcionavam eram comunistas. Quem diria, hein??? Era um comunismo à "água de rosas", mas em um país onde existe um certo fascínio pelo totalitarismo é sempre bom ficar com um pé atrás. Quanto a mim, nunca me encantei com "ismo" nenhum. Tem gente que não aceita e já me chamaram até de anarquista, só pra me "enquadrar" de alguma forma. Eu, hein?...rsrs

15 novembro, 2006 20:50  
Anonymous Cfe said...

Camarada Arcanjo,

Acho que nunca escrevi nada por aqui. Digo "acho" porque durante mais de um ano fiquei feito maluco levando denúncias que achava em alguns blogs e reproduzia em outros. Foram tantos visitas, que entrei em blogs que não me lembro mais. Atazanei muitos sites petralhas e principalmente a Carta Maior.

Mas o motivo porque escrevo é que vi um comentário seu no blog do Sombra, no qual diz que o MST ateou fogo em florestas. Onde você viu isso?

Por acaso não é esse incêdio que está no Norte do RS?

Cumprimentos,

Cfe

15 novembro, 2006 20:55  
Blogger Camarada Arcanjo said...

CFE,

Sim,é esse mesmo. O movimento negou que tenham sido eles, da mesma forma que negou que foram eles que destruiram o laboratório da Aracruz Celulose.

Acontece que no caso do Laboratório, um jornalista entrevistou (com câmera escondida) num acampamento do Movimento umas mulheres da Vila Capesina, e, elas confirmaram e entraram em detalhes de como fizeram.

Mas a orientação da cúpula do movimento é não assumir a ação. Exatamente como declarei no meu comentário lá no s0mbr4.

http://www.haloscan.com/comments/mauzinhobinl/116355179572747618/#174191

16 novembro, 2006 00:28  
Anonymous Cfe said...

Camarada Arcanjo,

Sempre considerei o MST e associados como o maior fonte de perigo para o país.

O que está acontecendo é uma espécie de nascimento de uma guerrilha que não age em moldes tradicionais. Fiquei muito impressionado com o fogo posto; para mim, a partir de agora, o país entrou num caminho sem volta.

E concordo, infelizmente, com você em relação a reações violentas que os adversários possam tomar.

Cumprimentos,

Cfe

16 novembro, 2006 07:39  
Blogger Camarada Arcanjo said...

cfe,

Olha a comprovação do eu afirmei no blog do sombra e neste comentário aqui de cima.
Leia aqui e repare na atividade dos militantes no penúltimo parágrafo desta notícia.

Vamos considerar que é lícito destruir a propriedade alheia. Então, eu lhe pergunto, porque o MST quer a propriedade de terras?

Neste caso, coerente com este entendimento, é lícito destruir as plantações dos assentamentos, e deixar que morram de fome, quando não puderem mais plantar a lavoura de subsistência.

Eles plantam, para comer, e qualquer um tem o direito de ir lá e destruir tudo.

Eis aí toda a essência estúpida dos movimentos auto=denominados "libertários", são podres na raiz, a sua essência é um engano absoluto. Engano que os simples não conseguem perceber.

16 novembro, 2006 11:05  
Anonymous Cfe said...

Camarada Arcanjo,

Esquece duma coisa:a única lógica deles é a incoerência. Nunca reparou nos textos do Emir Sader? Agora estão muito em voga, mas há tempos venho chamando a atenção para a falta de qualidade, argumentos e fiabilidade dos seus escritos. Alguem com o mínimo de neurônios poderia admirar aquilo?

Muitos estão apontando os mais pobres pela eleição do Lula, mas eu acho que se não houvesse o beneplácito de pessoas mais instruídas (pelo menos formalmente)ele não teria a mínima chance.

Verfiquei no Google as palavras: MST, norte, RS e incêndio. Saiu uma porção de notícias sobre a suspeição de fogo posto, devido a variedade de focos iniciais.

Chamou minha atenção o título do G1, onde punha a hipótese de ser um cigarro... Estranho e conveniente, não é? Principalmente se levarmos em conta que os outros orgãos de comunicação não falaram em cigarro nenhum!

E ainda reclamam da Globo.

Saudações

Cfe

16 novembro, 2006 13:16  
Anonymous Anônimo said...

"camarada" arcanjo

Ainda me adaptando com idéia de te chamar de camarada (rsrs) apareci aqui pra dar uma olhada e passar meu email de uma forma mais discreta. Sou um pouco paranoico com a perseguição da esquerda, por que sei que existe.
Ainda mais provocando o ódio fanático deles. Eles são personalidades profundamente religiosas, e nós, na ótica deles, somos blsafemos pervertidos a sermos extirpados do mundo..
Se quiser ajuda para montar o novo blog de reunião de idéias sugerido e eu puder fazer alguma coisa, fale comigo.
Meu email é wlguerreiro@gmail.com. Eu tenho uma grande admiração pelo prof Olavo.
Sem dúvida ele é o nosso maior referencial individual no desafio de compilarmos nossos principios e doutrinas.
Mas tambem tenho mta dificuldade de trazer as ideias dele para meus amigos, familiares e colegas de profissão. Gostaria que ele nos ajudasse nisso, mas tenho um pouco de receio de pedir.
Mas parabens pelo teu site. Seus textos são claros e bem colocados. Pode deixar que vou voltar mais vezes aqui.
Abraços.

27 novembro, 2010 06:03  

Postar um comentário

<< Home