18 setembro 2006

Falsos heróis, falsos políticos

Os falsos herois são perniciosos para a Pátria. O problema é que por suas "falsas bravuras" esses heróis artificiais não conseguem resistir ao tempo ou aos naturais questionamentos feitos pelo tempo. Não se tornam clássicos, são apenas populares e fenecem, por vezes o cheiro empesteia o ambiente por muito tempo.

Neste "saco de gatos" podemos colocar o Rubinho Barrichello, falso campeão criado artificialmente por uma certa empresa de televisão para preencher o espaço deixado por um verdadeiro campeão morto "em combate". Os fatos que constituem a história do verdadeiro campeão são inquestionáveis, verificadas por pessoas de todas as nacionalidades, em diversos momentos diferentes. As últimas homenagens oferecidas inclusive pelos seus maiores adversários, que brilhavam com a mesma intensidade, foi eloqüente.

Quanto aos herois artificiais o tempo, por vezes pouco, se encarrega de apagar as lembranças de seus atos parcos de veracidade ou relevância. Neste "saco de gatos" podemos depositar um certo coronel aviador da Aeronáutica que se diz astronauta-heroi. Quando seu embuste foi denunciado e para não assumir a responsabilidade por seus atos falsos, pediu aposentadoria. Seu brilho efêmero de jóia chapeada barata, foi denunciado fortemente por algumas pessoas sérias que sabem identificar um brasileiro que consegue catalisar respeito de outros brasileiros.

Aqui faço uma crítica para alguns brasileiros da Aeronáutica, que não entenderam que um herói deve ser verdadeiro e inquestionável, e agiram errado enlameando outros herois verdadeiros, quando alçaram à categoria de heróis, um mero e caro embuste político-eleitoral. Apoiaram esse embuste e erraram. Erraram feio, e erraram para sempre, fazendo o jogo do PT.

Para viajar de carona em uma nave espacial não é necessário que o indivíduo seja um coronel da Aeronáutica. Não necessita nem mesmo que seja homem. Pode ser uma mulher, Anousheh Ansari empresária nascida iraniana, que pagou uma fortuna de US$ 20 milhões para dar um passeio igual ao do coronel brasileiro. Qualquer um com boa saúde pode viajar em nave espacial, não existe nenhuma adição tecnológica ou ato relevante, apenas o altíssimo custo dessa operação desnecessária.

No caso do coronel herói do "Nosso Guia", o custo foi bancado com dinheiro público, na verdade, uma desosnestidade. No caso da empresária iraniana, ela faz com o seu dinheiro o que bem entender. Diferente desse coronel da Aeronáutica Militar Brasileira.

Contudo ficou a pecha do manobrismo político-eleitoral-partidário malfeito e a Aeronáutica apoiou o Presidente da República e seu partido nesta armação. Conseguiu enxovalhar a Arma, enxovalhou seus outros heróis, nivelando por baixo todos eles. Nesse governo, estão sendo rompidos valores que nunca pensamos estivessem em risco.
Share |

20 Comentários:

Blogger CrissMyAss said...

Primeira!
E já vou logo metendo o malho nesse teu exemplo; Tirando o fato de ter feito com o dinheiro que ganhou um monte de coisas positivas através da fundação que leva seu nome - (sem levar em conta a questão fiscal, claro)- não vejo nada de heróico em ganhar corrida de carro, a não ser para o próprio indivíduo. Aliás, até Copa do Mundo não tem pra mim esse cunho heróico-patriótico. Mas o automobilismo tem ainda menos.
O que não quer dizer que não lamente a morte horrível e prematura do Senna.
Além disso, tenho certas dúvidas sobre se o Rubinho se aproveita dessa pecha de herói criada pelo Galvão Bueno. Acho até que o coitado vive ao largo destas questões.
Quanto ao astronauta, concordo totalmente. Deveria inclusive haver uma CPI do espaço, a meu ver.
Mas acho que essa posição da Aeronáutica foi mais pra livrar a própria cara do mico e do mal-estar causado pela atitude do astronauta do que por petismo. Acho que eles não chegam a tanto. Eles não vão admitir que erraram, agora é negar até o fim.
E outra: mesmo que tivesse continuado na aeronáutica, não sei bem que grande herói seria o cara. Só porque foi ao espaço? Neste caso sou mais o Senna.
beijos da Cris, a iconoclasta.

18 setembro, 2006 23:45  
Anonymous Vera said...

Impressionante mesmo como elles conseguiram ultrapassar as muralhas da decência... SEM VOLTA! :-) bjs

19 setembro, 2006 00:32  
Blogger Saramar said...

Gosto quando você volta.
Terão os integrantes da aeronáutica apoiado essa bandalheira em troca de alguma previsão de ou promessa de atenção por parte do executivo?
Não duvido porque o petismo indecente conseguiu destruir, como você disse, valores que julgávamos impermeáveis à lábia vermelha.
Vivemos de vergonha em vergonha.
Até quando não sei.
Obrigada pelo despertar.

beijos e boa semana para você.

19 setembro, 2006 01:21  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Criss,

Também sou mais o Senna. rsrs

19 setembro, 2006 02:30  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Saramar,

Tem um tipo de militar que acredita que a Constituição Brasileira foi escrita por Deus.

Não foi! A Constituição foi escrita pelo Lula, Anões do Orçamento, Nelson Jobim (!), Mensaleiros, Sanguessugas, Vampiros etc

Esses mesmos militares fazem questão de posar como democratas, mesmo que seja apoiando o roubo, a traição da pátria, criminosos que lesam a pátria, partidos políticos que recebem dinheiro ilegal de estrangeiros para fomentar a discórdia e a insegurança pública etc

Esses mesmos militares, são os que ficam radiantes quando recebem dois aviões velhos para cumprir uma função constitucional, que sabem que não têm capacidade material para cumprir.

Certamente se esquecem que a pena capital é prevista para colaboradores de gente financiadas com dinheiro estrangeiro ilegal que trabalham para desarmar a Pátria. Alta Traição.

Existem leis orçamentárias feitas para proteger a pátria dos humores políticos e que não estão sendo cumpridas, e alguns comandantes são os responsáveis pelo descumprimento dessas leis.

19 setembro, 2006 02:46  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Criss,

Iconoclasta também sou, porém sou seletivo com meus alvos. Não destruo ícones por destruir, talvez por isso eu os destrua bem. rsrs

A destruição de ícones, especialmente os falsos, só se justifica quando podemos construir coisa melhor no seu lugar. Neste caso, é quando a luta vale a pena.

Na verdade tento me especializar na destruição de falsos ícones. No mínimo, testo alguns para ver sua solidez e veracidade. rsrs

19 setembro, 2006 02:52  
Blogger Ricardo Rayol said...

Acho que é a perfeita descrição da inutilidade que foi o envio do sujeito com nosso dinheiro. Mandou muito bem.

Quanto ao caso da prof do RS. Ela não é petista muito pelo contrário, é engajada politicamente mas por outro partido.

19 setembro, 2006 03:47  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Ricardo,

Neste caso o meu apoio é total. O hino nacional deve ser entendido perfeitamente pelos alunos.

Apoio total.

19 setembro, 2006 20:46  
Blogger CrissMyAss said...

Aliás, os milicos são os mesmos que anos atrás, graças ao acordo que resultou na Anistia, se livraram ade ter que responder judicialmente pelos crimes de tortura.

19 setembro, 2006 22:47  
Anonymous Serpico said...

Camarada; está claro que Marcos Pontes, o pseudo astronauta, não foi nem e um herói. Simplesmente foi mais um passageiro da nave russa. O pagamento de sua passagem, R$50 milhões, serviu para financiar mais uma missão russa ao espaço. Só isso. Serviu também para engordar a conta do Marcos "astronauta sem espaço". Em fim, mais um "fenômeno" que não tem nada de especial.

20 setembro, 2006 10:13  
Blogger Alexandre, The Great said...

Camarada.

Este episódio travestiu mais um embuste do desgoverno que "rouba e manda roubar". Não se duvide que uma investigação profunda sobre o episódio poderia evidenciar um "superfaturamento" na viagem espacial e uns desviozinhos para o caixa 2. Duvida?

20 setembro, 2006 11:27  
Anonymous AZIMUTH said...

Olá.
Estou passando para me despedir pois estou fazendo um "pit-stop" estratégico lá no blog.
Após estas merecidas férias espero voltar a escrever, contando sempre com suas visitas e comentários.
Abraços,
N. Cotrim

21 setembro, 2006 00:28  
Anonymous strix, o pai do superhomem said...

Se dinheiro tivesse, iria ao espaço só para uma boa "punheta" e com os espermas antigravitacionais teria filhos "voadores" mais "avoados" quieu.
Feijões voadores? Só de isopor.
Strix

21 setembro, 2006 12:45  
Anonymous Blogue da Magui said...

Se vc reparar, a título e herói nacional ele conseguiu um abatimento de 50%. ô malta!!

21 setembro, 2006 12:52  
Blogger Nat said...

Querido Camarada,

Os falsos heróis se legitimam na ignorância...excelente texto!!!

Bjs

21 setembro, 2006 21:56  
Anonymous Vera said...

I-M-P-E-R-D-Í-V-E-L! Veja essa: tem diabo do primeiro mundo, do terceiro mundo e do submundo!!! Ahahahahah VEJA LÁ!:-) bjs

21 setembro, 2006 23:30  
Blogger Peninha said...

Oi Arcanjo. Andamos sumidos né?
Um abraço.
PS Ha uns 40 anos uma cadelinha foi pro espaço. E ela só sabia latir.
Os brasileiros mandaram uma hiena vagabunda.

22 setembro, 2006 02:02  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Peninha,
Prazer ter você aqui.

A cadela se chamava Laika. Uma fêmea de pastor alemão, que não sobreviveu a viagem, creio.

As fêmeas, são realmente seres especiais, inovadores até nisso.

Por outro lado este bosta deste falso herói sobreviveu a tudo, e tal e qual o calango dos infernos, sobreviverá a vergonha.

22 setembro, 2006 02:59  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Criss,

Os milicos se livraram de responder aos crimes de tortura, é certo. Enquanto os terroristas se livraram de responder pelos crimes de assassinato de inocentes e outros subversivos de responder por crimes de lesa-pátria.

Na minha opinião a Ansitia Política, "ampla, geral e irrestrita", foi um conceito pacificador, inteligente, conciliador e inovador. Mas a esquerda não deseja isso, eles desejam o caos e a discórdia para a sociedade brasileira.

Pena que os subersivos e terroristas romperam com ela, quando alcançaram o poder.

Mas isso será corrigido, em breve. rsrs

22 setembro, 2006 03:07  
Blogger Serjão said...

Muito respeito com o nosso herói espacial. Inlusive é cão didato à deputado federal. (rs)

Abração

23 setembro, 2006 12:42  

Postar um comentário

<< Home