30 maio 2006

Gigante adormecido com pesadelos

Nãna neném, do meu coração...

O Brasil ainda é um país continental por inércia e incompetência dos seus vizinhos. Se o Brasil ainda é grande não é por vontade própria ou competência. É por incompetência dos seus inimigos institucionais, que ele ainda é grande. Nós não temos com o que, manter este territorio imenso. Não temos leis claras para combater o crime comum, quanto mais identificar o crime contra as defesas nacionais.

Não temos capacidade de sequer identificar nossos inimigos. E se eles forem nascidos no Brasil e falem português? Não serão inimigos da pátria brasileira? Serão legisladores, juízes, administradores da coisa pública, não serão industriais, não serão comerciantes e não serão funcionários da iniciativa privada, simples trabalhadores que pagam uma fortuna de impostos para nada receber em troca.

Socrates disse que para o individuo que não sabe para onde quer ir, nunca ventará a seu favor. O Brasil é assim. Nunca identifica corretamente seus inimigos, porque não sabe quem são os seus inimigos. Então não sabe de onde e como virá o fogo e sequer sabe como reagir.

O Brasil hoje é uma nação de joelhos:

Ajoelhada e pedindo perdão aos negros racistas inclementes e rancorosos cobrando regalias por uma história que não viveram;

Ajoelhada e pedindo clemência ao capital internacional, que emprestou dinheiro sem limites para uma classe política corrupta;

Ajoelhada diante de uma dívida astronômica e imobilizante;

Ajoelhada diante da chacota internacional causada por um Presidente da República engraçado com idéias caducas e vazio.

O Brasil é uma nação ajoelhada diante dos criminosos que viraram autoridades;

Ajoelhada diante do crime comum quase organizado e diante do crime político muito bem organizado;

Ajoelhada diante de funcionários públicos que recebem dinheiro público para trabalhar para um partido político desagregador e destruidor das instituições, dos valores nacionais e morais do povo brasileiro.

O Brasil é um país fraco, sem defesas inteligentes, sem ação própria. O Brasil não é proativo em suas defesas, no mínimo uma obrigação constitucional. Pois nem mesmo assim, e basta que funcionários públicos trabalhem para o Estado e não para o governo.

Para fazer o Brasil acordar será necessário um político gritar nos seus ouvidos moucos que o país acabou. Talvez nem mesmo assim, este gigante drogado acorde.

Senão vejamos, com o que sonha o Brasil, hoje. Enquanto dorme:
1. Uma mulher que briga na justiça pelos bens do pai e da mãe que matou confessadamente a pauladas e marretadas por dinheiro, e está em prisão domiciliar, e a Justiça não consegue manter na cadeia;

2. Os presidiários mandam nos presídios, e de dentro dos presídios comandam organizações criminosas, impunemente.

3. Traficantes acossam as duas maiores cidades do Brasil e do Mundo, e o assunto é tratado como resolvido.

4. Politicos sem moral se candidatando à Presidente do Brasil.

5. O Congresso Nacional abrigando criminosos que se elegem para fugir da justiça.

6. Juízes que acreditam que devem julgar causas norteados pela política.

7. A mais alta instância judiciária do país, quase que totalmente indicada pelo governo mais corrupto da história, imobilizada por gratidão às suas próprias nomeações.

Nana neném,
do meu coração,
dorme bonitinho,
escutando essa canção.

Boi, boi, boi,
boi da cara preta
pega esa criança
que tem medo de careta.

Dorme se não, o bicho papão vem te buscar...
Share |

16 Comentários:

Blogger luciano said...

Parabéns, Comendador Arcanjo, pela síntese de nossa(ou deles) Nação. Irretocável o seu artigo.
Agora, nós também, devemos nos beneficiar desse sórdido sistema jurídico/teatral que impera por aqui. Veja se cada um de nós matar um desses vagabundos do STF, STJ, CONGRESSO NACIONAL, etc, fica com 6 anos de pena no máximo.
Acho que para limpar essa m toda, valeria a pena!

30 maio, 2006 15:09  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Luciano,
É uma idéia! rsrs

30 maio, 2006 15:13  
Anonymous Anônimo said...

Arcanjo belo texto!
Amargo pelo gigante que foi colocado de joelhos.
Doce pela esperança dos gritos de dor para acordar este país maravilhoso.
Continuemos nessa luta para extirparmos o seu câncer e se tornar uma verdadeira nação!

Abraços
Paulo G.

30 maio, 2006 18:26  
Blogger Peninha said...

Arcanjo Amigo.
Discordo de Você quando diz que não temos leis.
Temos sim, muitas, demais talves.
Mal feitas é claro com infinitas brechas, que só beneficiam quem tem muita grana (coincidência).
O que falta é moral na justiça.
Tá, não é só lá que falta moral.
Minha impressão é que a água de brasília deve conter uma enzima que extermina a moral das pessoas.
Nós não temos quem aplique as leis.(Em quem é sério e trabalha a lei é aplicada com rigor)

30 maio, 2006 20:08  
Anonymous Alzirac said...

Arcanjo,
Belo texto! Só faço a ressalva que o (des)governo Lulopetista deu o tiro de misericórdia no "comatoso" gigante.

30 maio, 2006 21:24  
Blogger Kafé Roceiro said...

Fiquei extremamente ligado nesse maravilhoso texto. Ele consegue prender e empolgar o leitor sobre a verdadeira realidade da nossa nação.
Parabéns!

30 maio, 2006 23:18  
Blogger S0MBR4 said...

Em funçao de tudo que vc escreveu fica evidente que a solução não é politica...

PS: vc caiu num canto de um clone no inicio! Olha lá...rs

31 maio, 2006 12:05  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Não é o Alexandre é clone! Estaou apagando já.

31 maio, 2006 13:45  
Blogger Alexandre, The Great said...

Camarada.
Quando o "Q.I." substitui a capacidade técnica e a inteligência, após alguns anos você consegue desconstruir uma nação.
Outra variável superveniente é a "exaltação poética da ignorância".

Ser grotesco e ignorante virou paradigma de "pai dos pobres", "gente como a gente", "raiz da terra" e outras burundangas, infelizmente.

Portanto não temos muito o que reclamar, não. Temos que "tomar na moleira" para deixarmos de ser burros e saber escolher (ou não escolher, o que às vezes é até melhor).

Agradeço sua visão holística no reconhecimento daquele "clone ignóbil". É óbvio que "aquilo" não sou eu.

Saudações!

31 maio, 2006 19:42  
Blogger Alexandre, The Great said...

P.S. respondi seu comment, lá em casa.
Obrigado.

31 maio, 2006 21:31  
Blogger Patrick Gleber said...

O NOVO ENDEREÇO DO MEU BLOG

www.blogdopatrick.blogspot.com

ABRAÇOS

PATRICK GLEBER

01 junho, 2006 16:54  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Patrick,
Já fui e gostei muito. Acho o blogspot muito melhor do que anterior.
Parabéns e sucesso. Vou lá de vez em quando.

01 junho, 2006 20:04  
Anonymous vera said...

Olá Camarada:
Precisamos redescobrir o Brasil e refazer tudo, as leis, todas. :-) bjs

01 junho, 2006 23:54  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Alexandre,
Seu blog é excelente!
Lá, se discute assuntos relevants com profundidade ímpar. Textos bem escritos e opiniões relevantes sobre o Estado, Poder, Sistemas políticos e fundamentos ideológicos, tudo isso encontramos no blog Outras Letras.

02 junho, 2006 01:35  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Peninha, demorei alguns dias para achar onde no meu texto eu disse que não haviam leis nesse país!
Finalmente encontrei o trecho de texto:
"Não temos leis claras para combater o crime comum", no segundo parágrafo.

O Brasil é o país que mais tem leis nesse PLANETA. Ainda tem palhaços que estão preparando o Judiciário Agrário !!!!!!

Mas se o amigo perceber não existem, de fato, leis que punam efetivamente, o crime comum. Assim fosse a assassina do seus próprios país estaria na prisão por 30 anos e não sairía de lá toda semana.

Portanto, posso parecer chatola, mas não existem leis eficazes contra o crime, apesar de existir um excesso de leis inócuas, que se auto-anulam, resultando pela não punição.

Pondere sobre isto.

02 junho, 2006 01:47  
Blogger Santa said...

Camarada querido

"Best of the Best"!! Perfeita, a sua análíse.

Bjs

06 junho, 2006 07:28  

Postar um comentário

<< Home