29 março 2006

O Direito, a Propriedade e as Esquerdas

Não se engane, todas as esquerdas são iguais, utilizam a mesma lógica e o mesmo embasamento filosófico para destruir a propriedade privada. Não importa o matiz da esquerda. Qualquer matiz consideram os mesmos princípios. A única diferença real é a franqueza e a ênfase com que expressam os seus princípios, fundamentalmente sempre iguais.

A coisa começa com a tentativa numa simples reunião do concomínio, quando um cretino esquerdista e idiota, tenta uma lógica vazia, dizendo:
"O seu apartamento é maior do que o meu, então a sua cota de condomínio tem que ser maior que a minha". "Mais valia" é uma falácia da esquerda vagabunda, embuste e mentira. Todos os custos de condomínio são iguais, ou seja, as despesas com água, energia comum, pessoal de portaria, energia elétrica com elevadores não se alteram, porque um apartamento é menor ou maior do que o outro. Esta é uma conversa típica da esquerda vagabunda. Eu não concordo mais com estas ou qualquer outra alegação parecida. O governo Lula já consumiu toda a tolerância, que eu ainda mantinha com esses discursinhos safados.

Apoiei firmemente a privatização das telefônicas, apoiei também a transformação dos telefones, e por conseqüência da comunicação, de bem de capital em "comodities". O telefone era considerado bem de capital na época, isto eu considerava, e considero, um absurdo contra o qual eu lutei muito. Confrontei muitos petistas e esquerdistas de outras matizes. Foi realizado por um PSDB, que morreu, e que não existe mais.

Por falar em imóveis, vale a pena conferir uma notícia, que demonstra claramente onde a esquerda levará este Brasil, seja com PT, PSDB, PSOL, PSTU, PPS ou qualquer nuança de esquerda.
Nesta notícia curtinha você entenderá onde o populismo barato e sem vergonha da esquerda, junto com a falta de compromisso e coerência do político em campanha, aliado aos princípios(!!!) da esquerda vagabunda, podem levar o Brasil.

Não sou capitalista, não vivo de aplicações financeiras, não vivo de aluguéis, não possuo vários imóveis. A rigor, este assunto não me afeta diretamente. Porém este assunto afeta meus princípios, e não acredito que o nivelamento por baixo, seja a solução para qualquer carência social. Não acredito que a desapropriação pelo Estado, de propriedade privada para fins populistas, leve ao desenvolvimento econômico, cultural, intelectual ou moral dos individuos.

Enfim, não contribui para o desenvolvimento do cidadão. Entendo que o desenvolvimento do Estado, é conseqüência do desenvolvimentos dos cidadãos,e não ao contrário. O desenvolvimento do Estado, em dicotomia com o desenvolvimento individual do cidadão, tem como único caminho a exacerbação do poder, leva a corrupção e a ampliação da miséria, da pobreza, da ignorância e das injustiças.

Fico imaginando quando um construtor irá investir dinheiro novamente, na construção de imóveis em Caracas, ou qualquer cidade da Venezuela, daqui para frente.

Para "bater gazeta":
Prefeito de Caracas vai expropriar imóveis para vendê-los a inquilinos
Share |

8 Comentários:

Blogger Alexandre, The Great said...

Camarada Arcanjo.
As esquerdas não tem mais o que dizer ao povo brasileiro. Sua única meta agora é a de se manter no poder a qualquer preço, custe o que custar e doa a quem doer.
Excelente a sua análise crítica e compartilho de sua intolerância com os "discursinhos politicamente corretos". Aliás estamos aguardando a manifestação da Chauí sobre o episódio da quebra de sigilo do caseiro Francenildo. Pode ser ela, pode ser o Veríssimo, ou qualquer outro "lambe-botas" do lullismo. E aí?

Só para ilustrar deixo uma frase que dita regra nas esquerdas:

"Estamos resolvidos a tudo o que é possível: astúcias, artifícios, métodos ilegais, calar, dissimular, etc." (Lènin)


Grande abraço,

29 março, 2006 22:50  
Blogger Alexandre, The Great said...

A moderação de comentários "sequestrou" o meu comment e ele não aparece no blog.

Fazer o que, né?

30 março, 2006 00:46  
Blogger Marcello said...

Camarada,

Concordo totalmente com este post e, mais ainda, quando você coloca o PSDB no rol de partidos de esquerda. Parece que muita gente esquece as origens comuns entre PT e PSDB.

30 março, 2006 03:08  
Blogger gusta said...

É....a situação me parece muito complicada.
Cruzessss!!
Bjs

30 março, 2006 13:59  
Blogger S0MBR4 said...

Exatamente!
Criticar as esquerdas e optar por Alckmin é no mínimo contraditório...

30 março, 2006 14:23  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Muito contraditório, é verdade.

Um partido de esquerda, privatizando empresas públicas, enquanto outro partido da mesma esquerda estatiza! Incrível!

E nesse vai e vem, quem paga as contas é o contribuinte. Um estatiza e o ex-proprietário recebe indenização na justiça. Mais tarde, se candidata à privatização, recebe a empresa financiada a perder de vista pelo BNDS. Ou, até a próxima estatização.

Isto já está ficando intolerável. A esquerda precisa se decidir. Quem é de esquerda ou quem está disfarçado de falsa esquerda, mas que também não é direita, ou seja, não é nada, porque desse modo ficamos parecidos com os Argentinos, onde lá, são todos peronistas, uns mais outros menos. Mas todos são.

Assim não dá mais.

30 março, 2006 19:24  
Blogger luciano said...

Acho que está faltando um partido conservador nesse cenário. Muito seria balizado, e besteirol como esse de Caracas nem seria discutido.

07 abril, 2006 10:40  
Blogger Camarada Arcanjo said...

Não existe!

Todos são de esquerda, isto é um inferno. Nessa questão o Brasil se parece muito com a Argentina. Lá todos são peronistas. Tem peronista de esquerda e peronista de direita Até a extrema esquerda e a extrema direita são peronistas!

Que raio de peronista é esse? Agora, por aqui o Chuchu diz que é de direita para uns e que é de esquerda para outros!!?

São todos apenas oportunistas, e como você sabe a oportunidade é que faz o ladrão.

07 abril, 2006 20:08  

Postar um comentário

<< Home